INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS É TEMA DE PALESTRA NO HE

DEZEMBRO VERMELHO: Prevenção das ISTs
1 de dezembro de 2017
HE TERÁ ATIVIDADE DO JANEIRO BRANCO A PARTIR DO DIA 2
29 de dezembro de 2017

INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS É TEMA DE PALESTRA NO HE

Nesta terça-feira (19), aconteceu a última palestra mensal de 2017 do serviço de Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho (SOST) do Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE UFPel), que abordou as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). A enfermeira do HE Beatris Vidales Braz falou sobre prevenção, características e tratamentos.

De acordo com a palestrante, o controle das ISTs não ocorre somente com o tratamento de quem busca ajuda nos serviços de saúde, mas também com a interrupção da transmissão. Para que isso ocorra e para evitar a reinfecção, é fundamental que os parceiros sexuais também sejam testados e que busquem orientação de um profissional de saúde. “O uso da camisinha em todas as relações sexuais é o método mais eficaz para evitar a transmissão”, destacou.

Segundo Beatris, muitas vezes, por não apresentar sintomas, as infecções são tardiamente detectadas e tratadas. A enfermeira afirmou que, de acordo com estimativas, cerca de 10 milhões de pessoas no Brasil são portadoras de uma IST, que pode permanecer assintomática ou evoluir para doenças sintomáticas.

A enfermeira recomenda que após o diagnóstico e início do tratamento de uma IST, seja realizada uma triagem para outras infecções. “Uma IST frequentemente acompanha outra IST e deve servir como sinalizador para um rastreamento abrangente”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *